Republicanos pacifica permanência de Mabel e garante que ele não é pré-candidato

Cúpula da executiva estadual se reuniu nesta segunda-feira, 2, e abonou a disputa dele para a presidência da CNI

A chegada do presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Sandro Mabel, ao Republicanos causou um desconforto no partido. Para pacificar a tensão e manter a permanência dele, a sigla garante que ele não vai ser pré-candidato a cargo eletivo este ano, salvo para presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O anúncio ocorreu nesta segunda-feira, 2, durante reunião da cúpula executiva estadual que tratou sobre o assunto. Ao Jornal Opção, o deputado estadual e pré-candidato à Câmara dos Deputados, Jeferson Rodrigues, informou que, no partido, ninguém sabia da filiação do presidente Fieg.

“Em reunião no escritório do deputado federal João Campos, no início desta noite, o Republicanos reafirmou a unidade em torno da pré-candidatura de João Campos no Senado. Na oportunidade, foi ratificada, à unanimidade, a filiação de Sandro Mabel ao partido. Sandro não disputará as eleições, salvo para presidente da CNI – Confederação Nacional da Indústria”, escreveu nesta segunda-feira, 2, o deputado João Campo nas redes sociais.

Conforme antecipado pelo Opção, a ida de Mabel poderia fazer com que pré-candidaturas fossem abandonadas na disputa por uma das 17 cadeiras na Câmara dos Deputados. Isto ocorreu devido ao fato da filiação não ter sido anunciada antes, explicou o deputado Jeferson ao falar que o “modus operandi é esse”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.