Renato Duque se reúne com procuradores para tentar delação premiada

Ex-diretor de Serviços da Petrobras pretende contar tudo o que sabe sobre o esquema de corrupção na estatal em troca de redução de pena

Duque responde| Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Duque responde por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e fraude em licitações| Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque, se reuniu com procuradores do Ministério Público Federal nesta quarta-feira (5) para negociar um acordo de delação premiada. Duque quer contar tudo o que sabe sobre o esquema de desvio de dinheiro na estatal em troca de redução da sua pena.

Segundo as investigações da Lava Jato, Renato Duque chegou ao cargo por indicação de José Dirceu, preso nesta segunda-feira (3). O ex-diretor é acusado de comandar fraudes nas licitações da Petrobras e desviar o dinheiro, de acordo com os delatores da operação, diretamente para o PT.

Duque também responde por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e por permitir que empresas fizessem cartel para lucrar com propinas pagas por elas. A defesa de Duque vinha negando as acusações contra o cliente desde que elas começaram a surgir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.