Reitor de universidade argentina diz que ministro da Educação não concluiu doutorado

Carlos Alberto Decotelli da Silva rebateu, em entrevista, que completou os créditos, só não concluiu a tese

Carlos Decotelli da Silva vai assumir a Ministério da Educação | Foto Divulgação

O reitor da Universidade Nacional de Rosario, Franco Bartolacci, afirmou em sua conta no Twitter, nesta sexta-feira, 26, que o novo ministro da Educação brasileiro, Carlos Alberto Decotelli da Silva, não obteve título de doutor em Administração pela instituição argentina.

O título consta no currículo na plataforma Lattes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O reitor argentino disse que Decotelli teve a tese reprovada. O novo ministro rebateu, em entrevista, que completou os créditos, só não concluiu a tese, por não querer mais continuar na Argentina.

No entanto, para obtenção de títulos, como mestrado e doutorado, é necessário que haja a entrega do trabalho final (dissertação, no caso de mestrado; e a tese, no doutorado).

“O senhor Carlos Decotelli cursou o doutorado em administração da Faculdade de Ciências Econômicas e Estatísticas da Universidade Nacional de Rosário, mas não o concluiu. Não completou todos os requisitos que são exigidos pela nossa regulamentação de doutorado, que exige a aprovação de uma tese final para obter o título de doutor. Portanto, não é doutor pela Universidade Nacional de Rosário”, afirmou o reitor da universidade argentina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.