Registrando recorde de inscrições, Sisu 2015 divulga resultados da primeira chamada

Os candidatos selecionados devem procurar a instituição de ensino para fazer a matrícula nos dias 30 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro

A primeira edição de 2015 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) registrou 2.791.334 inscritos. O número é 9% superior ao da primeira edição, em 2014, quando se inscreveram 2.559.987 candidatos. O resultado foi divulgado nesta segunda-feira (26/1) na página do Sisu na internet.

As instituições de ensino superior com maior número de inscrições foram as universidades federais do Ceará (187.563), de Minas Gerais (186.881) e Pernambuco (177.563). Os cursos com maior número de inscrições foram administração (312.991), direito (262.255), pedagogia (249.348) e medicina (237.267).

O curso de medicina teve a disputa por vagas mais acirrada. A relação de candidato por vaga em medicina chegou a 63,14, seguida pelo de psicologia, com 55,16 candidatos por vaga.

Os cursos mais procurados na primeira edição do Sisu em 2015 (maior relação entre candidato e vaga) foram arquitetura e urbanismo, do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). Em seguida, o de medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e engenharia Civil, também no IFSP.

Do total de inscritos, 53% têm idade entre 18 anos e 24 anos. As mulheres são maioria (57%), enquanto os homens somam 43% dos inscritos.

Do total de inscrições, 51,9% optaram pela modalidade de ampla concorrência, que ofertou 109.810 vagas, 42,7% pela lei de cotas, com 82.879 vagas, e 5,4% pela modalidade de ações afirmativas, com 12.825 vagas. A maior relação de candidato por vagas ocorreu na modalidade de cotas, com 27,99.

O secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa e o diretor de Políticas da Secretaria de Educação Superior, Dilvo Ristoff, em entrevista coletiva sobre as inscrições no Sisu de 2015 | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa e o diretor de Políticas da Secretaria de Educação Superior, Dilvo Ristoff, em entrevista coletiva sobre as inscrições no Sisu de 2015 | Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

“Os estudantes sabem que têm esse direito e podem fazer essa opção, então, observamos que está tendo uma procura e há cada vez mais uma qualificação e disputa acirrada”, comentou o secretário executivo do Ministério da Educação, Luiz Cláudio Costa, sobre a disputa por vagas por meio da lei de cotas e de ações afirmativas das instituições.

Os candidatos selecionados devem procurar a instituição de ensino para fazer a matrícula nos dias 30 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro. Este ano, haverá apenas uma chamada. Os candidatos que não forem selecionados poderão participar da lista de espera, também a partir desta segunda-feira, na página do Sisu. O prazo final é 6 de fevereiro.

A edição deste ano ofereceu 205.514 vagas em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de educação superior.

Deixe um comentário