Região do Entorno do DF ganhará Comando de Missões Especiais para combater criminalidade

Secretário destacou que pretende integrar as forças policiais do Estado com a polícia do DF. “Não há fronteira física para o crime”

Secretário Rodney Miranda | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, anunciou nesta quarta-feira, 22, em entrevista ao programa Balanço Geral, a criação do Comando de Missões Especiais (CME) no Entorno do Distrito Federal. A ação irá intensificar o combate à criminalidade que ficou “desassistida nos últimos 20 dias”, de acordo com fala do secretário. Ele ainda informou que, assim que o Estado tiver condições financeiras, um terço dos delegados que completaram recentemente a formação para o cargo serão encaminhados para a região.

Investimentos

“Estamos estruturando o sistema de segurança. Todas as forças policiais estão sendo contempladas para que, assim, possam prestar um atendimento ainda mais efetivo às famílias que vivem aqui”, afirmou Miranda. Entre as realizações do governo em prol da Segurança Pública no Estado, está o investimento de R$ 3,6 milhões em equipamentos para a Polícia Militar de Águas Lindas. Com a verba, foram custeados transceptores de radiocomunicação portátil com tecnologia digital, tablets, impressoras térmicas e capacetes antitumulto.

O governo também entregou 40 espingardas Gauge calibre 12 e 704 algemas, adquiridas por meio de convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) às delegacias da Polícia Civil. Ainda, foi inaugurado o 5º Batalhão do Corpo de Bombeiros e a ampliação do Instituto Médico Legal (IML), ambos em Luziânia.

Durante a entrevista, o secretário fez questão de pontuar a redução drástica na violência em todo o Estado de Goiás. Os resultados positivos também podem ser observados em relação ao tráfico de drogas. “Tivemos um recorde histórico de apreensões de entorpecentes no ano passado. Boa parte foi registrada no Entorno. Em todo o Estado, foram apreendidas 55,1 toneladas, o que representa uma média de 150 quilos de drogas apreendidos por dia e um avanço de 25,92% na comparação com 2018”, falou Miranda.

Parceria

Ainda, destacou que pretende integrar as forças policiais do Estado com a polícia do DF. “Não há fronteira física para o crime. Já temos uma aproximação muito grande com a Segurança Pública do DF e vamos intensificá-la ainda mais. Queremos também estreitar relações com outros estados para que possamos promover uma grande integração em nível nacional contra o crime organizado”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.