Reforma no Paço: presidente da Comurg afirma que está “à disposição do prefeito”

Ormando Pires Júnior está à frente da companhia desde maio de 2014. Paulo Garcia havia sinalizado possível substituição dele pela secretária de Educação, Neyde Aparecida

Ormando Pires Júnior, presidente da Comurg | Foto: Ascom/Prefeitura de Goiânia

Ormando Pires Júnior, presidente da Comurg | Foto: Ascom/Prefeitura de Goiânia

O presidente da Comurg, Ormando José Pires Júnior, afirmou ao Jornal Opção Online nesta segunda-feira (23/2) que, por ser servidor de carreira na Companhia, está à disposição do prefeito para o que for necessário para a nova reforma administrativa, que chega à Câmara de Vereadores de Goiânia nas próximas semanas.

“Como ele [prefeito Paulo Garcia, PT] está propondo uma reforma que visa prioritariamente a parte administrativa, acho que a Comurg não será tão afetada”, avaliou.

Recentemente, o prefeito sinalizou possíveis mudanças no quadro. Nos bastidores, comenta-se que Osmar Magalhães, secretário de Governo, é cotado para substituir Neyde Aparecida, na educação. Ela iria para a Comurg, cargo o qual já ocupou.

Ormando Pires Júnior relembrou que o custo da folha de pagamento abaixou na última readequação, que teve corte de cargos e servidores aposentados. “Reduzimos as diretorias de dez para seis, além da eliminação de várias assessorias, departamentos e comissionados”, detalhou.

Acreditando na aprovação do projeto na Câmara, Ormando Pires Júnior relata que a melhor opção para a Comurg é dedicar-se apenas à limpeza urbana, direcionando mão de obra e equipamento.

Prioridade é outra

Um vereador ligado a Paulo Garcia disse que não há formatação final sobre a nova reforma. Até mesmo porque o chefe do Poder Executivo teria outra preocupação. Segundo a fonte, a prioridade é o fechamento da negociação para pagar a data-base aos servidores públicos municipais.

“Vão chegar a um acordo e [a prefeitura] vai parcelar”, observou, completando que os boatos sobre a possível troca na Comurg são apenas para desviar o foco e “pegar desavisados”.

O secretário de Finanças, Jeovalter Correia, e o de Governo, Osmar Magalhães, vão liderar as negociações com o fórum sindical, em reunião nesta tarde, no Paço Municipal.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.