Reforma de Gustavo Mendanha vai reduzir número de secretarias

Prefeito eleito de Aparecida de Goiânia quer enxugar gastos para dar continuidade à gestão de Maguito Vilela (PMDB) 

Gustavo Mendanha concede entrevista antes da cerimônia de diplomação | Foto: Larissa Quixabeira

Gustavo Mendanha concede entrevista antes da cerimônia de diplomação | Foto: Larissa Quixabeira

O prefeito eleito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (PMDB), está em processo de fechamento dos nomes da equipe que vai integrar o secretariado da cidade a partir de janeiro. Em entrevista na manhã desta terça-feira (13/12), durante cerimônia de diplomação dos eleitos no pleito de outubro, Mendanha adiantou que a reforma no secretariado vai diminuir o número de pastas. Atualmente são 22.

“Estamos planejando para os próximos dias o anúncio do novo secretariado. Até pelo momento que o país vive, vamos fazer um enxugamento natural, diminuindo o número de pastas. Aparecida foi muito beneficiada, temos que dizer, pelo governo do PT e neste momento, infelizmente, o governo do PMDB está enxugando gastos e precisamos fazer o mesmo. Alguns nomes serão mantidos e outros remanejados. Não posso adiantar muita coisa, mas com certeza minha equipe estará empenhada em dar continuidade ao trabalho realizado pelo prefeito Maguito Vilela”, garantiu.

Mendanha deu destaque à área da saúde como prioridade de seu governo. “Pretendemos investir, mas com criatividade, para melhorar o atendimento à população. O prefeito Maguito deu um passo importante com a construção de unidades hospitalares e agora daremos continuidade, condicionando e humanizando o atendimento”, explicou.

Sobre a volta do PMDB à prefeitura de Goiânia com a eleição de Iris Rezende, Mendanha afirmou que a região metropolitana será muito beneficiada: “Estou em diálogo constante com prefeito Iris. Logo nos primeiros dias de governo estamos projetando a realização de um mutirão, uma ação integrada na região da divisa entre os dois municípios. Com certeza, a região metropolitana vai ganhar muito com isso e Aparecida estará participando de todas as discussões e trabalhando e trazendo soluções para Região Metropolitana.”

O prefeito eleito destacou, porém, que município também vai prezar pelo protagonismo nas discussões da região metropolitana, em especial no que diz respeito ao transporte coletivo. “Tenho conversado com a CMTC em relação ao transporte na região metropolitana e vamos estar cobrando isso. Aparecida não pode mais ser coadjuvante nesse processo tem que ter assento e participar das discussões”, arrematou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.