Reforma da Previdência deve ser votada no 1º semestre de 2019

Futuro ministro da Previdência Social e Trabalho diz que sistema está falido

Foto: Reprodução

O deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), indicado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para assumir a Secretaria de Previdência Social e Trabalho, afirmou nesta quarta-feira, 12, que é preciso “salvar” o sistema atual porque ele está “falido”. O futuro ministro que a meta é votar as mudanças no sistema atual ainda no primeiro semestre de 2019.

Marinho disse ainda que a capitalização do sistema de Previdência – ou a criação de contas individuais para cada segurado – deve ser adotada para quem estiver entrando no mercado de trabalho. “Evidente que esse novo modelo vai atingir as gerações futuras, aqueles que ainda não ingressaram no mercado de trabalho. O que há de mais emergencial nesse momento é trabalharmos o modelo que nós temos”, explicou o deputado.

Ele informou que está participando de reuniões com a equipe de transição e técnicos de variadas origens. “[Eles] já estão há mais de 40 dias debruçados sobre o tema para que a partir de 1º de janeiro a população brasileira possa ser informada a respeito de que forma nós iremos tocar essa mudança na Previdência.” (Com informações de Câmara Notícias)

Uma resposta para “Reforma da Previdência deve ser votada no 1º semestre de 2019”

  1. Avatar marcos de souza disse:

    ELE DEVERIA COMEÇAR CORTADO A APOSENTADORIA DE DEPTADO SENADOR PREFEITO VERIADOR GOVERNADOR ELES NAO CONTRIBUIM NADA ENTASO NAO PODERIAM RECEBER DA PREVDENCIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.