Reforma Administrativa é aprovada em primeira votação

Antes de ser enviado para última votação no Plenário, o projeto segue para a Comissão de Trabalho

Com 23 votos favoráveis e nove abstenções, a Reforma Administrativa da Prefeitura de Goiânia, que prevê a extinção de sete secretarias e uma autarquia, foi aprovada em primeira votação nesta quarta-feira (7/5) na Câmara Municipal de Goiânia. O projeto se manteve no formato original, sem emendas modificativas.

Antes da discussão no Plenário, a vereadora Célia Valadão (PMDB) se reuniu com representantes dos trabalhadores, que reivindicaram a manutenção da Secretaria de Trabalho. A União Geral dos Trabalhadores e o vereador Felisberto Tavares (PT) se colocaram a favor da continuidade dos trabalhos da Secretaria.

De acordo com Célia, o prefeito Paulo Garcia (PT) já pediu que fosse apresentado um parecer jurídico, esclarecendo os possíveis danos à administração caso a Setrab seja realmente extinta. Além disso, a vereadora disse que a Prefeitura está disposta a negociar se for preciso.

O vereador Felisberto chegou a elaborar emenda que suprimia a extinção da Setrab, mas concordou em aprovar a Reforma Administrativa e apresentar a emenda à Comissão de Trabalho, para onde o projeto deve seguir antes de ser apreciado em votação definitiva.

Felisberto conseguiu apoio de outros nove parlamentares e acredita que pode contar com mais assinaturas, inclusive do Bloco Moderado, que defende a permanência da Secretaria de Turismo.

Djalma Araújo (SDD) e Elias Vaz (PSB) também chegaram a propor emendas ao projeto, pedindo a extinção de outros órgãos, mas todas foram vetadas no Plenário.

Mesmo depois de ser aprovada, a Reforma Administrativa ainda é alvo de críticas. Virmondes Cruvinel (PSD) acredita ser incoerente extinguir secretarias funcionais, que desenvolvem um trabalho produtivo para a sociedade, para manter outras inoperantes. Ele alega que, muitas destas permanecem apenas para acomodar interesses políticos.

Uma resposta para “Reforma Administrativa é aprovada em primeira votação”

  1. Almir Ferraz disse:

    Acho estranho que o governo do “Partido dos Trabalhadores” seja autor de um projeto que extingue uma “Secretaria do Trabalho”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.