Refinaria recebe autorização da Justiça para importar 6,6 mil doses de vacina contra a Covid-19

Com a decisão do juiz Ronlando Spanholo, Refit se torna a primeira empresa do Rio de Janeiro a obter o aval de compra com dispensa de repasse ao Plano Nacional de Imunização

Refinaria Refit, no Rio de Janeiro. | Foto: reprodução

A justiça Federal autorizou, nesta quinta-feira, 1, refinaria Refit, antiga Manguinhos, a importar 6,6 mil doses do imunizante contra a Covid-19. O objetivo da aquisição é vacinar os funcionários da empresa e seus familiares. A decisão foi do juiz da 21ª Vara Federal em Brasília, Rolando Spanholo.

Com a autorização, a refinaria Refit passa a ser a primeira empresa no Rio de Janeiro a conseguir a poder adquirir a vacina. Em cenário nacional, entretanto, outras sete empresas já foram autorizadas, também pelo juiz Rolando Spanholo, a comprarem doses das vacinas para imunização contra o novo coronavírus.

Ricardo Magro é representante da Refit e explicou que esta autorização de importação representa uma colaboração e um avanço do Governo Federal em relação a imunização da população contra a doença. “É a primeira vez que uma empresa do porte da Refit, prestadora de serviço essencial, listada na B3, com grande relevância no Rio e projeção nacional, coloca o papel das empresas sobre vacinação como parte ativa dessa discussão. Não mais só para reclamar, e sim para colaborar com o governo federal nessa missão hercúlea”, disse.

Informações do portal Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.