Rede de Ação Política pela Sustentabilidade divulga selecionados do Projeto Líderes

Foram 3,4 mil inscritos de todo o Brasil e 64 selecionados. Por Goiás, foram aprovados Ludmila Rosa e os deputados estaduais Amilton Filho e Virmondes Cruvinel

Francisco Costa

A Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS) divulgou, na sexta-feira, 1, os aprovados de seu 7º processo de seleção do Projeto Líderes. Foram mais de 3.400 inscritos em 22 estados, que culminaram em 64 lideranças políticas (de 18 partidos), com ou sem mandato eletivo, selecionadas. Destas, 53% foram mulheres.

São eles: deputada estadual Cibele Moura (PSDB-AL), deputado federal Marcelo Ramos (PR-AM), Isabela de Sousa Pereira (Bahia), Maiara Reis Campos (Ceará), Dra, Mayra (PSDB-CE), deputada distrital Júlia Lucy (Novo-DF), deputado distrital Leandro Grass (Rede-DF), senadora Leila Barros (PSB-DF), deputada federal Paula Belmonte (PPS-DF), deputado estadual Fabrício Gandini (PPS-ES), deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB-MA), vereadora Ana Beatriz (Minas Gerais), Dú Pente (PSOL-MG), Gabriel Quintão (PTB-MG), deputada federal Greyce Elias (Avante-MG), deputada estadual Laura Serrano (Novo-MG), vereador Leandro Morais (PPS-MG), deputado federal Lucas Gonzales (Novo-MG), vereador Luiz Paulo Guimarães (DEM), deputada estadual Delegada Sheila (PSL), Darcilene Canté (Rede-PA), prefeita Márcia Lucena (PSB-PB), deputada federal Luís Canziani (PTB-PR), Maria Amália Barros Tortato (Novo-PR), deputado estadual Paulo Litro (PSDB-PR), Alexandre Lins (Rede-PE), Tullio Ponzi Netto (Pernambuco), Jéssica Cristina Miranda Santos (PSOL-RJ), Thais Ferreira (PSOL-RJ), deputada estadual Cristiane Dantas (SD-RN), Erivaldo Freira (SD-RN), deputado federal Rafael Motta (PSB-RN), deputado estadual Gabriel Souza (MDB-RS), secretário municipal Jorge Amaro de Souza Borges (PT-RS), secretária estadual Leany Lemos (PSB-RS), Lins Ronallo (PT-RS), vereador Marcelo Buz (DEM-RS), deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO), vereador Professor Linoberg (Rede-RR), Allan Müller Schroeder (PDT-SC), vereadora Camila Nascimento (PSD-SC), deputado federal Carlos Chiodini (MDB-SC), vereador Caê Martins (PSD-SC), Israel Rocha (PSB-SC), deputada federal Adriana Ventura (Novo-SP), Aline Nascimento Barrozo Torres (PSDB-SP), vereador Caio Miranda Carneiro (PSB-SP), Carlota Mingolla (Rede-SP), Duda Alcantara (Rede-SP), Mariana Janeiro (PT-SP), Malu Molina (PDT-SP), vereadora Nancy Thame (PSDB-SP), vereadora Patrícia Bezerra (PSDB-SP), Roberta Grabert (Novo-SP), Samuel Emílio Santos de Melo (São Paulo), deputado estadual Sergio Victor (Novo-SP), deputada federal Tabata Amaral (PDT), Vinícius Schaefer (PSDB-SP), vereador Professor Bittencourt (PCdoB-SE) e Bruna Paola (Rede-TO). Foram incluídos, ainda, por Goiás, o deputado estadual Amilton Filho (SD), o deputado estadual Virmondes Cruvinel (PPS) e Ludmila Rosa, ligada a vereadora Dra. Cristina (PSDB).

RAPS

O RAPS é uma organização, de 2012, que visa contribuir para melhorar o processo político e democrático brasileiro. Segundo o site da entidade, isso é feito por meio da formação e apoio a novas e atuais lideranças políticas; com a construção de uma visão compartilhada de desenvolvimento sustentável pela qual essas lideranças trabalhem; e, ainda, por troca de experiências entre pessoas que enfrentam desafios públicos e políticos semelhantes.

Em relação ao programa Líderes, este é destinado aqueles que pretendem atuar na política institucional, por meio de cargos eletivos. Podem participar os que já possuem mandatos no Executivo ou Legislativo de todas as posições no espectro político-ideológico, mas também os interessados em pleitear esses quadros.

Diferença

Deputado Amilton afirma que sua inscrição no projeto se deu pelo desejo de fazer a diferença. “Não quero ser mais um no sistema. Quero ser um fator de mudança, um parlamentar que irá contribuir para o Estado”, afirma ele e lembra que no RAPs é possível trocar experiência com outras pessoas, além de participar de palestras e oficinas.

O legislador afirma, ainda, que ficou muito feliz em ser aprovado. “Foram mais 3.400 inscritos, alguns com mais experiência, mas fui escolhido e vou trazer esta experiência para Goiás.” Segundo ele, em abril, em data ainda ser definida, já haverá encontro de líderes.

Da mesma forma, o parlamentar Virmondes Cruvinel apreciou a iniciativa. “Sempre me interessei por temas na área de empreendedorismo, educação e meio ambiente… E nesse foco recebi sugestões de parceiros pelo Brasil para participar do processo seletivo da RAPS. Fiquei muito feliz em ter sido selecionado”, diz ele e complementa: “É um processo muito interessante, pois além de fazer relacionamentos com colegas que militam ou querem militar a participação política no Brasil inteiro, também ficamos atualizados em temas ligados a liderança e outras demandas. Algo muito positivo e que vai qualificar ainda mais o mandato.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.