Receita Federal intima mais de 30 artistas por contratos com a Globo

Fisco questiona escolha de regime de pessoa jurídica no lugar de CLT; emissora diz respeitar a lei

Sede da Receita Federal | Foto: Reprodução/Blog Gran Cursos Online

A Receita Federal investiga desde o ano passado contratos de artistas da TV Globo, contratados no regime de PJ (pessoa jurídica). São mais de 30 celebridades que já foram procuradas pelo Fisco até o momento.

A informação foi publicada pela Revista Veja. A Receita exigiu da Globo os acordos com celebridades da emissora. O Fisco questionou os artistas a escolha pelo contrato em formato PJ no lugar do vínculo assinado na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

De acordo com a Folha de São Paulo, artistas como Deborah Secco e Reynaldo Gianecchini foram procuradas pela Receita.

O fisco pediu os contratos sociais e deu 20 dias para os investigados apresentarem defesa. A Receita suspeita de fraude.

Durante a campanha à presidência em 2018, Jair Bolsonaro, então candidato chegou algumas vezes a sugerir que havia algo suspeito neste tipo de contratação.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.