Rafael Lara é anunciado como pré-candidato à presidência da OAB-GO

Disputa trará nomes de peso como o da conselheira federal da OAB, Valentina Jungmann, e o do presidente da Casag, Rodolfo Mota, que representa a união dos diferentes grupos que atualmente dividem a Ordem

Da esquerda para a direita: Rodolfo Mota, Valentina Jungmann e Rafael Lara / Foto: Colagem/Reprodução

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Secção Goiás (OAB-GO), Lúcio Flávio de Paiva, anunciou na manhã desta quarta-feira, 7, o advogado Rafael Lara Martins como pré-candidato à presidência da OAB-GO. Rafael chega para compor uma disputa calorosa pautada por alguns nomes de peso já confirmados como, por exemplo, o do presidente da Assistência dos Advogados de Goiás (Casag), Rodolfo Mota, e o da conselheira federal da OAB, Valentina Jungmann.

Nos bastidores, o nome de Rodolfo é tido como “forte” e vem ganhando musculatura, uma vez que representa, na interpretação de muitos, a união de toda a OAB. Este, que é um anseio antigo da classe, pode se concretizar através de sua candidatura que promete por fim às distinções entre os grupos criados nas entrelinhas Ordem.

Outro detalhe que chama atenção dos juristas é que o candidato já recebeu o apoio do vice-presidente da Casag, Hallan Rocha, além de outros outros grupos distintos. Além disso, Rodolfo traz consigo o peso de ter participado e apoiado a gestão de Lúcio Flavio. Diz, inclusive, não enxergar a candidatura de Rafael Lara como uma cisão do grupo.

Valentina Jungmann, por sua vez, traz consigo a representação de um importante passo por mais inclusão e representatividade, haja vista que pode se tornar a primeira mulher a representar a Ordem em Goiás. Apesar de ainda demonstrar um atuação mais tímida, se eleita, Valentina pretende promover uma OAB ainda mais próxima da advocacia. Ela representa também o primeiro nome confirmado na disputa de 2021.

O presidente da Ordem, ao comunicar seu apoio à candidatura de Rafael Lara, garantiu ter conversado com todos os pré-candidatos. Segundo ele, a decisão foi tomada após meses de profunda reflexão e estudo. “Todos são nomes excelentes e muito bem representariam os quase seis anos de positiva revolução que realizamos na OAB-GO”, ponderou Lúcio Flávio. Outros nomes ainda devem ser oficializados, em breve, para a disputa que se findará com a eleição prevista para novembro deste ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.