Radares eletrônicos deixaram de funcionar em outubro

Empresa responsável por administrar os aparelhos diz que Prefeitura não cumpriu contrato

No mês de outubro e nos primeiros dias de novembro, os radares eletrônicos, responsáveis pela fiscalização do trânsito da capital goiana, permaneceram desligados. Isso porque, a empresa gestora dos equipamentos não recebeu os repasses da Prefeitura de Goiânia. 

A Secretaria Municipal de Mobilidade de Goiânia, por sua vez, informou que os equipamentos voltaram a funcionar nesta sexta-feira, 12. Além disso, justificou que a paralisação ocorreu por causa de problemas contratuais, gerando assim o atraso no pagamento da empresa prestadora de serviço. Esclareceu ainda, em nota, enviada à imprensa, que o motivo foi a falta de pagamento e também o grande número de obras viárias desenvolvidas em Goiânia. 

A empresa disse que não houve problemas de funcionamento dos radares eletrônicos instalados em Goiânia, mas que a suspensão se deu por não cumprimento das obrigações contratuais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.