“Quintal de Bolsonaro também está sujo. E o filho dele?”, diz delegado Waldir

Líder do PSL na Câmara rebateu declaração do presidente para esquecer o partido

Foto: Fernando Leite | Jornal Opção

O líder do PSL na Câmara dos Deputados, delegado Waldir, rebateu declaração para “esquecer o PSL” que o presidente Jair Bolsonaro fez em vídeo divulgado nas redes sociais na manhã desta terça, 8. “Como você fala do quintal alheio se o seu quintal está sujo? As candidaturas em Minas Gerais e Pernambuco estão sendo investigadas. Mas o filho do presidente também”, disse o deputado à Época.

“Bolsonaro não está algemado no PSL, não. Aqui não tem ninguém amarrado. Candidatos majoritários, como o presidente, governadores e senadores, têm liberdade para trocar de partido quando quiserem”, disse ainda.

Ao site O Antagonista, Waldir disse que o presidente está no Palácio do Planalto por causa do PSL. “A gente não pode desmerecer o prato que comeu”, rebateu. “O nascimento do presidente… todos nós dependemos do partido. Gratidão é uma palavra mágica. Gratidão e lealdade.”

No vídeo, um apoiador aparece dizendo próximo ao presidente “Eu, Bolsonaro e [Luciano] Bivar, juntos por um novo Recife”. Bolsonaro primeiro cochicha e depois fala: “Esquece o PSL, tá ok? Esquece.”

Na última sexta-feira, 4, o Ministério Público de Minas Gerais denunciou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, sobre uso de candidaturas-laranjas do PSL no Estado nas eleições de 2018.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.