Questionada pela oposição, Cristiane Schmidt concorda com melhoria econômica nos últimos anos

Na reunião de quarta-feira, 20, secretária da Economia apresentou dados da prestação de contas do último quadrimestre de 2018 e disse que ainda há o que melhorar

Secretária da Economia, Cristiane Schmidt | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Durante a reunião em que foram apresentados resultados econômicos do 3º quadrimestre de 2018 aos parlamentares da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), o deputado Hélio de Sousa (PSDB) questionou a secretária Cristiane Schmidt, e disse que a situação fiscal do Estado de Goiás não é tão ruim se comparada a dados de 1999, quando Marconi Perillo (PSDB) assumiu pela primeira vez. Cristiane concordou, mas disse que é possível e necessário melhorar os resultados.

Na fala do deputado, a gestão do Governo Estadual deve “mudar o discurso para mostrar que somos atrativo”. “Se a senhora tivesse chegado aqui em 1999 ia enfrentar uma dívida consolidada de aproximadamente R$ 75 bilhões. Hoje a senhora trabalha com a expectativa de 0.92, em vez de ser R$ 75 bilhões é de R$ 19 bilhões. É uma realidade bem diferente e bem melhor”, afirmou.

Em sua resposta Cristiane Schimit concordou com a recuperação fiscal ao longo dos anos, entretanto disse que os atuais números resultam em desconforto de economistas. “Eu concordo que ela foi decaindo ao longo do tempo, apesar de tudo que aconteceu. Mas acho que a gente pode e vai melhorar com relação a isso. É verdade que se a gente entrar no plano de recuperação fiscal a gente vai piorar um pouco a curto prazo para melhorar depois”, acrescentou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.