“Queremos viabilizar a Saneago para Goiânia”, diz vereador

Para Bambu, apesar de Goiânia contribuir com mais de 40% da arrecadação, investimentos não são revertidos para os goianienses

Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O vereador Alfredo Bambu, do Patriota, defendeu a revogação da Lei 9.787, de abril de 2016, que autoriza o Paço a estabelecer com o governo estadual a concessão para que a Saneago continue explorando o serviço de saneamento na capital. De acordo com o vereador, é preciso rediscutir a questão, já que a realidade de Goiânia é outra e, também, por conta da abertura de capital da Saneago.

“Ao invés de prorrogar é preciso dialogar com a prefeitura, Câmara e outros setores, buscar estudos, e pensar o que nossa cidade ganha com essa concessão. Porque não temos a universalização do esgoto, muitas localidades sequer são atendidas”, observa o parlamentar. “O abastecimento e a questão do esgoto em Goiânia é uma catástrofe, é preciso agir”, emenda.

Para Bambu, é dever da Câmara iniciar esse debate para garantir melhorias nos serviços prestados na capital. “Goiânia contribui com mais de 40% da arrecadação da Saneago, mas os investimentos não estão sendo revertidos para o cidadão goianiense”, afirmou. “Hoje, discute-se soluções para o abastecimento em várias cidades, mas Goiânia não está no centro dessas ações”, completa.

“Se a prefeitura não focar nisso aí, dentro de alguns anos, o desabastecimento em nossa cidade estará fora de controle. Já conversei com o prefeito [Iris Rezende] sobre a nossa intenção de apresentar um projeto em relação a isso, ele não é contra”, diz Bambu, ao ponderar que seu objetivo não é municipalizar. “Queremos viabilizar a Saneago para Goiânia”, arremata.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.