“Quem abusar irá responder aos rigores da lei”, declara Caiado sobre aumento no preço dos combustíveis

Fiscalização em postos do estado foi iniciada pelo Procon Goiás e pela Decon na manhã desta quarta-feira, 9

Governador do Estado de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) | Foto: Reprodução

O governador Ronaldo Caiado (DEM) disse em suas redes sociais na manhã desta quinta-feira, 10, que não permitirá “nenhuma prática de mercado abusiva” ao falar sobre os aumentos de combustíveis registrados em postos de combustíveis do estado nas últimas semanas.

Caiado reforça que não tem permitido aumentos nos impostos dos combustíveis desde o início de sua gestão. “Não vamos permitir nenhuma prática de mercado abusiva que jogue essa conta nas costas do trabalhador. Por isso, determinei que fosse investigado esse aumento de preços constantes”, escreve Caiado.

O governador ressaltou a ação de fiscalização do Procon-GO e da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra o Consumidor (Decon) iniciada na manhã desta quarta, 9. Na operação, estão sendo verificados os motivos do novo aumento de preço da gasolina e do etanol, que chegaram a ser comercializados por R$ 6,27 e R$ 4,87 o litro.

Para conseguir identificar se há prática abusiva no repasse desses valores ao consumidor, a apuração conta com visitas in loco, não só da equipe da Gerência de Fiscalização, mas também da Gerência de Pesquisa e Cálculo. Na publicação, o governador ainda diz que alguns postos já foram notificados por causa do preço e as distribuidoras serão comunicadas para que apresentem, em 10 dias úteis, as notas fiscais de compra e venda de combustível desde o início do ano. “Quem abusar irá responder aos rigores da lei”, declara o governador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.