Queiroga é alvo de protestos em evento na Universidade de Lisboa

Manifestantes exibiram cartazes de ataques ao governo do lado de fora do instituto

Manifestantes protestam contra governo em Portugal. | Foto: Tainara Machado/Jornalistas Livres

O ministro da saúde Marcelo Queiroga foi convidado para dar palestra, nesta terça-feira (26), na Universidade de Lisboa, em Portugal, a respeito das ações do Brasil no combate à pandemia. Do lado de fora do instituto, brasileiros manifestaram contra o governo Bolsonaro.

Durante a palestra, Queiroga fez elogios ao governo na gestão da pandemia. O ministro, no entanto, ignorou o relatório da CPI da Covid e as críticas constantes que sofre o governo. A comissão investigativa sugeriu o indiciamento do titular da Pasta da saúde, além de outros 78 investigados.

No relatório da CPI, Queiroga foi acusado pelo crime de epidemia com resultado morte e prevaricação. O fato foi lembrado no protesto promovido pelo Coletivo Andorinha com apoio da Casa do Brasil e Coletivo Maria Felipa.

O Brasil tem o segundo maior número de óbitos por Covid-19 no mundo, com 604 mil óbitos, atrás apenas dos Estados Unidos. Queiroga alegou, no evento, que as ações positivas do governo não são reportadas pela mídia. Além disso, ressaltou a vacinação no Brasil e a capacidade de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). Bolsonaro critica constantemente a vacinação.

Até dia 30 de outubro, o ministro estará na Europa. Há visitas previstas para as cidades de Oxford, Cambridge e Londres, no Reino Unido. O intuito é visitar institutos de pesquisa e participar de reuniões.

Com informações do G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.