Presidente do Palmas e outras cinco pessoas morrem após queda de avião no Tocantins

Acidente vitimou dirigente do clube tocantinense, quatro atletas e o comandante da aeronave. Vítimas estavam a caminho de Goiânia, onde o time iria enfrentar o Vila Nova.

Lucas Meira era filho de Adair Meira, dono do Sistema Sagres de Comunicação| Foto: Divulgação

Na manhã deste domingo, 24, o avião que transportava o presidente do Palmas Futebol e Regatas, Lucas Meira e os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, sofreu um acidente aéreo. O dirigente e os atletas se dirigiam para Goiânia, onde o clube iria enfrentar o Vila Nova, nesta segunda-feira, 25, em partida válida pela Copa Verde. Piloto da aeronave, o Comandante Wagner também foi uma das vítimas do acidente aéreo. 

O avião decolou e caiu no final da pista de pouso da Associação Tocantinense de Aviação. Além de presidente do Palmas, Lucas Meira foi presidente da Renapsi até 2020. Lucas também era filho de Adair Meira, dono do Sistema Sagres de Comunicação.

Em nota oficial, o clube informou que irá prestar apoio às famílias e que irá se pronunciar posteriormente em um momento oportuno. Devido ao acidente, a tendência é que a partida contra o Vila Nova seja cancelada ou remarcada. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não se pronunciou, o que possivelmente será feito nas próximas horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.