Quatro pessoas são presas por desvio de combustíveis na Prefeitura de Nova Roma

Entre os presos estão o secretário de Administração e ex-prefeito, responsável pelo Setor de Compras, proprietário e gerente do posto de combustíveis

Operação Bizâncio 18 – Nova Roma – arma e dinheiro apreendido | Foto: Divulgação

O Ministério Público de Goiás deflagrou na manhã desta terça-feira (20/2) uma operação para desarticular organização criminosa instalada na administração pública do município de Nova Roma.

Batizada de Operação Bizâncio 18, a investigação descobriu a prática de desvio de combustíveis, falsidade ideológico e fraude em licitações da cidade.

Em cumprimento a mandados expedidos por ordem do juiz Gustavo Costa Borges, foram presos temporariamente o secretário de Administração e ex-prefeito, Robervaldo Neri Sampaio; o responsável pelo Setor de Compras do município, Wilton Jesus Vieira, o proprietário do Posto de Combustíveis Auto Posto Nova Roma, Péricles Gonçalves Teixeira, bem como a gerente do posto, Gláucia Pereira Sousa.

A investigação realizada pelo MP detectou a existência de esquema de desvio de combustíveis para particulares na cidade, com pagamento pelo município. Os valores desviados, segundo apurado até o momento, superam R$ 500 mil.

Além de farta quantidade de documentos, foram apreendidos na operação uma arma de fogo, munição, R$ 7,3 mil em espécie e celulares. As investigações prosseguem com o objetivo de identificar outros envolvidos.

A operação foi coordenada pela Promotoria de Justiça de Iaciara e contou com o apoio de equipes da Polícia Civil e Polícia Militar (COD e GPT). Foram cumpridos três mandados de prisão em Nova Roma, e um mandado de prisão em Mambaí.

A decisão judicial inclui ainda nove mandados de busca e apreensão, dos quais cinco foram cumpridos na prefeitura de Nova Roma, nas Secretarias de Administração, Finanças, Setor de Licitações, Controle Interno e Compras.

O nome

Bizâncio, também conhecida como Constantinopla ou Nova Roma, tornou-se a capital do decadente império romano no século 4º, durante o reinado do imperador Constantino. Atualmente, é chamada de Istambul, a maior cidade da Turquia

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.