Quase 60% dos brasileiros são a favor do impeachment de Dilma

Levantamento mostra que, caso segundo turno das eleições fosse hoje, Aécio Neves venceria a petista com 55,7% das intenções de voto

Goianos pedem afastamento da presidente Dilma Rousseff. CNT/DMA atesta que 59,7% dos brasileiros também são | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Goianos pedem afastamento da presidente Dilma Rousseff. CNT/MDA atesta que 59,7% dos brasileiros também são | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta segunda-feira (23/3), aponta que 59,7% dos  entrevistados são a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Conforme o levantamento, 34,7% se mostraram contrários ao impedimento da petista. Não souberam ou não responderam 5,6% dos entrevistados.

Os dados coletados pelo instituto MDA revela também que 81% dos entrevistados acreditam que a presidente não está cumprindo o que prometeu durante a campanha eleitoral de 2014.

Se a disputa em segundo turno fosse hoje, e envolvesse a atual presidente e o ex-presidenciável Aécio Neves (PSDB), o tucano se elegeria com 55,7% dos votos contra 16,6% de Dilma. Neste caso, brancos e nulos somariam 22,3%.

2 respostas para “Quase 60% dos brasileiros são a favor do impeachment de Dilma”

  1. Avatar Antonio Alves disse:

    Antes de ser eleito, o Lula também esteve com a eleição ganha por três vezes, faltando um ano para o dia das eleições. Assim será com Aécio, quando chegar o dia da eleição vai aparecer um para ganhar dele. Quem sabe lá para a quarta vez ele ganha?!

  2. Avatar Manuel Ferreira disse:

    Essa discussão sobre como votaria agora não importa mais, pois a eleição já aconteceu. E só teremos outra oportunidade daqui 4 anos. O que importa hoje é manter as pressões populares, as manifestações, os gritos, enfim para exigir as reformas desejadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.