PV e PSOL se posicionam sobre o 2º turno das eleições municipais de Goiânia

Enquanto o PV declara apoio ao Maguito Vilela (MDB), o Psol defende o voto nulo

Partido Verde em reunião de apoio a Maguito Vilela (MDB) no 2º turno | Foto Divulgação

Presidente estadual do PV, Cristiano Cunha, afirma que deliberou com os correligionários e que o apoio ao candidato do MDB, Maguito Vilela, foi definido por unanimidade. O ex-candidato a prefeito ressaltou que o projeto do emedebista é o melhor para a Capital por contemplar políticas que dialogam com as bandeiras que a legenda defende.

De acordo com Cristiano Cunha, a decisão de trabalhar pela eleição de Maguito foi discutida com todas as lideranças e encontrou consenso entre os militantes. Com a adesão do PV, a coligação Pra Goiânia Seguir em Frente passa a contar com o apoio de mais oito partidos no segundo turno na capital, já tendo se manifestado também dirigentes do PSL, PSB, PDT, Solidariedade, PROS, PL e PRTB.

Por outro lado, em nota o PSOL afirma “nem Maguito e nem Vanderlan”, pois o partido considera que os dois candidatos que estão no segundo turno em Goiânia não representam as bandeiras políticas defendidas pelo PSOL nesta eleição.

Os dirigentes do partido e a ex-candidata Manu Jacob ponderam que ambas candidaturas são inimigas dos interesses da classe trabalhadora, dos movimentos sociais e apresentam comportamentos hostis à ampliação de direitos civis e democráticos. Sendo assim, o PSOL defende o voto nulo no 2º turno das eleições goianienses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.