PUC Goiás anuncia retorno presencial das aulas em agosto e levanta polêmica

O comunicado acabou pegando de surpresa os estudantes que não esperavam o retorno presencial das aulas, uma vez que se mostra preocupante o cenário de coronavírus que o Estado de Goiás atravessa

Campus V da PUC Goiás / Foto: Reprodução

A Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás) confirmou nesta segunda-feira, 6, o retorno presencial das aulas a partir do mês de agosto deste ano. O comunicado foi feito através de uma plataforma online da instituição e gerou críticas de alunos devido ao quadro de alta incidência do Sars-CoV-2 (coronavírus) no Estado.

Na nota, publicada na plataforma Serviços Online (SOL), a pró-reitora de graduação Profa. Dra. Sonia Margarida Gomes Sousa afirma que é necessário que “a conclusão deste semestre letivo se dê com a mesma qualidade e compromisso de sempre” e que aguarda os alunos “presencialmente no mês de agosto”.

“Tenha certeza que a sua presença dá vida, colorido e alegria às nossas salas de aula, laboratórios, auditórios, pátios, cantinas. Você é o motivo maior da existência da PUC Goiás. Despeço-me desejando-lhe feliz férias!! Aproveite o tempo livre que terá para ler um bom livro, assistir a um bom filme, ouvir uma boa música. Muito obrigada!!”, finaliza.

O comunicado acabou pegando de surpresa os estudantes que não esperavam o retorno presencial das aulas, uma vez que se mostra preocupante o cenário de coronavírus que o Estado de Goiás atravessa. Ao Jornal Opção, a estudante de Direito e membro do Movimento Correnteza Ana Carolina Vasconcelos manifestou repúdio em relação à iniciativa da universidade e afirmou que “não existe colorido e alegria” quando mais de 600 vidas foram perdidas em Goiás.

“Com mais de 64 mil mortes no país, a reitoria afronta as recomendações sanitárias de segurança e expõe ao risco os estudantes, as famílias dos estudantes, os profissionais da educação e a classe trabalhadora”, disse a acadêmica.

Covid-19 em Goiás

Nesta segunda-feira, a Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) informou que há 29.627 casos de Covid-19 no território goiano. Destes, há 654 óbitos confirmados. No Estado, há 72.571 casos suspeitos em investigação. Outros 33.642 já foram descartados.

É consenso entre as autoridades sanitárias que a forma mais eficaz de prevenção contra o coronavírus é, além do uso de máscara, o isolamento e distanciamento social.

3 respostas para “PUC Goiás anuncia retorno presencial das aulas em agosto e levanta polêmica”

  1. Márcia Leite do Nascimento disse:

    Bom eu acho que deveria vouta as aulas presenciais só no ano que vem pois este ano está muito complicado

  2. Yasmin disse:

    Tomara que as aulas presenciais volte em agosto.??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.