“PTB é o segundo maior da base e precisa compor a chapa majoritária”, diz Demóstenes

Ex-senador participou de evento do partido em Anápolis, onde mostrou confiança em reaver mandato ainda em 2017 

Ex-senador durante evento de filiação ao PTB em julho de 2017| Foto: Ruber Couto

O ex-senador Demóstenes Torres defende que seu partido, o PTB, componha a chapa majoritária da base do governo de Marconi Perillo (PSDB) para as eleições de 2018. O recém-filiado ressalta, porém, que tal composição depende do presidente da sigla em Goiás, o deputado federal Jovair Arantes.

“O PTB é o segundo maior partido da base do governo, então acho que precisa compor a chapa majoritária. Mas tudo é uma questão de entendimento e quem vai cuidar disso é o Jovair Arantes”, ressaltou.

Demóstenes concedeu entrevista durante evento do PTB em Anápolis, que reuniu militantes, aliados e lideranças regionais e nacionais do partido na manhã deste sábado (19/8).

Além de  forte nome para a disputa ao Senado em 2018, o mais novo petebista também tenta reaver seu mandato no Congresso Nacional ainda este ano. No mês passado, ele protocolou um pedido para que o Senado reveja a decisão que cassou seu mandato, usando como fundamentação o acórdão que anulou as provas que apontavam envolvimento do então senador com Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

Segundo Demóstenes, a questão aguarda avaliação da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) do Senado, que ainda deve designar um relator, para depois ainda ser apreciada em plenário. Confiante, ele disse que “não tem como” perder a causa. “Juridicamente não tem como perder. O Supremo já me deu ganho e se o Senado eventualmente não cumprir a Constituição, vou ao Supremo de novo”, afirmou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.