PT e PSOL se unem em boicote à posse de Bolsonaro

Ambos os partidos divulgaram decisão nas redes sociais

Foto: reprodução

Na manhã desta sexta-feira, 28, o Partido dos Trabalhadores (PT) publicou no Instagram uma nota anunciando que seus filiados não estarão presentes na posse do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

O perfil ptbrasil disse, que dessa forma, a sigla reafirma compromisso com o voto, mas denuncia falta de lisura da eleição. “[A eleição] foi distorcida pelo golpe, pela proibição da candidatura de Lula e disseminação de fake news”, escreveu na postagem.

No Twitter, o presidente do PSOL, Juliano Medeiros, também informou a ausência dos socialistas do evento. Na publicação ele justificou: “Como prestigiar alguém que despreza os direitos humanos, promete colocar o Brasil de joelhos diante dos EUA e destruir os direitos sociais? Não vamos à posse. Nossa resistência já começou”.

Em nota mais completa no site oficial do PT, a presidente Gleisi Hoffman assinou comunicado em que explica: “O resultado das urnas é fato consumado, mas não representa aval a um governo autoritário, antipopular e antipatriótico, marcado por abertas posições racistas e misóginas, declaradamente vinculado a um programa de retrocessos civilizatórios”.

A posse de Bolsonaro é realizada nesta terça-feira, 1º, em Brasília, como é de praxe. O presidente eleito vem demonstrando receio de ameaças terroristas durante o evento e sua equipe prepara segurança redobrada para o dia.

Uma resposta para “PT e PSOL se unem em boicote à posse de Bolsonaro”

  1. JOAO SOARES NUNES disse:

    ESSE TAL DE PT COMUNISTA DEVE SER LINCHADO DO BRASIL, PARA QUE POSSAMOS VIVER MAIS ALIVIDON DESTA PRAGA, CORRUPTOS, LADRÕES, COMUNISTAS, ISSO É UMA DESGRAÇA PARA O BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.