PT e PSL terão R$ 730 milhões do fundo eleitoral de 2020

Foi aprovado valor total de R$ 3,8 bilhões destinado a todos os partidos para financiar gastos de campanha como viagens, cabos eleitorais e material de divulgação

Foto: Reprodução.

Nesta quarta-feira, 4, foi aprovado na Comissão Mista de Orçamento do Congresso o aumento para R$ 3,8 bilhões destinados às campanhas eleitorais de 2020. Os partidos mais beneficiados com o reajuste serão o PT e o PSL, que, juntos, vão somar quase 20% desta verba, que equivale a R$ 730 milhões. Os petistas ficarão com R$ 376,9 milhões, enquanto que o PSL, ex-partido de Jair Bolsonaro, vai poder usar R$ 350,4 milhões, quantia 37 vezes maior do que a sigla obteve na eleição anterior.

O valor proposto pelo deputado Domingos Neto (PSD-CE) representa um aumento de 120% em relação ao que foi disponibilizado para os partidos no ano passado, quando as siglas receberam R$ 1,7 bilhão. O reajuste ainda precisa ser confirmado em plenária do Congresso no próximo dia 17, terça-feira. As legendas do PSol, Novo, Rede e Podemos se opõem a decisão, enquanto treze partidos são favoráveis.

Parlamentares que apoiam ao aumento do fundo justificam que as campanhas do próximo ano demandarão muito mais recursos por abranger candidatos nas 5.568 cidades do país. “Hoje, o fundo eleitoral é responsável por um Congresso mais diverso. Sem ele, elegeríamos somente pessoas que têm muito dinheiro para financiar campanhas”, defendeu Neto.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou que as aquisições do fundo eleitoral para campanhas serão justificadas. “Todo mundo sabe que a democracia, a eleição, precisa ser financiada. E financiamento privado está vedado. Então precisa se construir no financiamento público”, concluiu.

Essas eleições municipais serão as primeiras financiadas predominantemente por recursos públicos, já que as contribuições de pessoas físicas estão limitadas a 10% da renda do doador no ano anterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.