Outros 10 partidos com baixo desempenho nas urnas terão R$ 43 milhões, somados

Partidos

O Partido dos Trabalhadores (PT) e Partido Social Liberal (PSL) terão as maiores fatias do chamado fundo eleitoral, serão quase R$ 400 milhões somados para as duas siglas. Em 2020, o fundo distribuirá R$ 2,035 bilhões aos 33 partidos no país.

Os melhores desempenhos nas eleições para a Câmara dos Deputados em 2018, PT e PSL receberão respectivamente R$ 200,9 milhões R$ 193,7 milhões).

Outros 10 partidos com baixo desempenho nas urnas terão R$ 43 milhões, somados. As informações são da Folha de São Paulo.

Cláusula de barreira

No entanto, 14 partidos não atingiram a cláusula de barreira. Um deles foi o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), mas que conseguiu escapar da degola incorporando o obscuro PPL (Partido Pátria Livre), também de esquerda.

A Rede, partido da ex-ministra e ex-senadora Marina Silva, no entanto, foi uma das siglas que não escaparam da cláusula de barreira. Com isso, não terá direito ao Fundo Partidário nem direito a propaganda partidária na televisão.

Ainda assim, por decisão do Congresso, esses partidos poderão ter acesso ao chamado fundo eleitoral, que serve para o financiamento de campanhas. Com isso, a Rede receberá R$ 20,4 milhões.