PT começa a se mobilizar para não ser responsabilizado na Lava Jato

Presidente do partido, Rui Falcão, já estaria articulando com outros líderes para barrar proposta do MP de cobrar das legendas dinheiro desviado da Petrobrás

| Foto: Richard Casas /PT

Rui Falcão vai tentar barrar a medida do MP na Justiça, já que as legendas podem ficar inviabilizadas | Foto: Richard Casas /PT

O Partido dos Trabalhadores (PT) já começou a se mobilizar com líderes de outros partidos frente às informações de que o Ministério Público (MP) pretende pedir que as legendas ressarçam os cofres públicos do dinheiro desviado na Petrobrás. Segundo informações do Painel, da Folha de São Paulo, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, “ciente do perigo”, já estaria articulando uma reação.

Segundo o Jornal O Estado de São Paulo, o MP estaria analisando maneiras de responsabilizar os próprios partidos pelo esquema de corrupção, em vez de apenas os dirigentes. Os altos valores envolvidos podem inviabilizar a sobrevivência dos partidos, mesmo que eles não percam o registro. De acordo com a Folha, Falcão tentará combater a tese do MP na Justiça. Se a estratégia falhar, a solução pode chegar a ser criar outro partido e deixar a dívida em aberto.

Até agora, R$ 2,4 bilhões foram recuperados na Operação Lava Jato. Se o Ministério Público atingir seu objetivo os partidos podem ainda ter certas quantias dos fundos partidários retidas e ter seu registro cassado. Os principais partidos atingidos seriam o PT e a base aliada do governo Dilma Rousseff, como PMDB e PP.

Uma resposta para “PT começa a se mobilizar para não ser responsabilizado na Lava Jato”

  1. Avatar Denis Robson disse:

    Partido de malandros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.