PSOL prorroga conversas sobre federação com Rede

Determinação foi tomada pelo partido na sexta-feira, 11, e segue o adiamento do prazo para a federação partidária

A Executiva Nacional do PSOL adiou por 15 dias as atividades do grupo de trabalho que discute a adesão da sigla a uma federação partidária com a Rede Sustentabilidade. A federação está bem encaminhada, mas ganhou o acréscimo de dois meses após o Supremo Tribunal Federal (STF) adiar o prazo de 2 de abril para 31 de maio, dando fôlego maior para que os partidos negociem as respectivas situações. O anúncio do PSOL foi feito pelo partido na sexta-feira, 11, junto com a criação de uma comitiva para discutir o apoio da sigla ao ex-presidente Lula (PT).

De acordo com o presidente do partido, Juliano Medeiros (PSOL), a conversa está avançada com a Rede, que é o partido mais próximo do PSOL. “Já estamos bem avançados nas conversas com a Rede, mas ainda há um importante caminho a ser percorrido, especialmente no que diz respeito à tática eleitoral nacional e nos estados”, afirma Medeiros. 

Em nota, o partido diz que, apesar da proximidade, o PSOL não abdica de ter, no âmbito da federação, uma definição comum sobre a eleição presidencial, que tende a ser o nome do ex-presidente Lula, dono do apoio de grande parte das duas siglas. O PSOL, no entanto, pode apoiar uma candidatura própria. Este é eixo que precisa ser sanado. Porém, a tendência é de que as duas siglas tenham a prerrogativa de tomar definições complementares na orientação dos filiados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.