PSL lança pré-candidatura de Major Olimpio à presidência do Senado

“Nós estamos pensando primeiramente no Brasil”, disse o senador ao defender candidatura de consenso contra Calheiros

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), anunciou nesta quinta-feira, 3, a pré-candidatura do senador eleito Major Olímpio à presidência do Senado. A decisão foi sacramentada depois de uma reunião da bancada eleita na Câmara, em Brasília.

Olímpio, que atualmente é deputado federal e se elegeu senador, disse que o convite do presidente da legenda foi feito durante a posse do presidente da República, Jair Bolsonaro, na última terça-feira,1º.

O parlamentar afirmou que, até então, tentava articular nos bastidores a união de partidos em torno de um candidato de outro partido. “Até então, todos sabem que a minha articulação pelo PSL, junto aos senadores, era justamente na busca da união de candidaturas pré-colocadas, principalmente as candidaturas do Davi Alcolumbre, do Tasso Jereissati, do Alvaro Dias, do Esperidião Amin. E agora, com essa missão do partido, eu me coloco como mais uma dessas opções, prosseguindo nesse processo de agregação e de fortalecimento para termos uma candidatura sólida com chance de vitória para a Presidência do Senado.”

Olimpio disse que a 28 dias da eleição, acredita que pode haver uma candidatura de consenso contra Renan Calheiros, segundo ele o candidato mais forte hoje ao comando ao Senado. “Nenhum de nós está pensando em si. Nós estamos pensando primeiramente no Brasil e, depois, na garantia dos números mágicos 49 [votos] aqui no Senado e 308 [votos] aqui para [aprovar] as reformas Constitucionais necessárias”, ressaltou.

A eleição das mesas Diretoras da Câmara e do Senado será no dia 2 de fevereiro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.