PSL deve instaurar processo por infração disciplinar contra Eduardo Bolsonaro, Vitor Hugo e outros 17

Penalidades vão de advertência até expulsão. Medida representa um contra-ataque do grupo bivarista após substituição do líder da sigla na Câmara dos Deputados

Foto: Reprodução

Após o deputado federal Delegado Waldir (PSL) ser deposto do cargo de líder do partido na Câmara dos Deputados, novos entraves estão por vir e prometem afligir ainda mais os ânimos dos integrantes do PSL. Desta vez, o imbróglio deve girar em torno de um processo interno por infração disciplinar contra 19 parlamentares do grupo bolsonarista. As informações foram reveladas pelo jornal O Globo na manhã desta terça-feira, 22.

Dentre os 19 nomes da lista estão Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) e o líder de governo, Vitor Hugo (PSL/GO). Eles deverão prestar esclarecimentos e terão prazos estipulados para contestar as acusações. Vale lembrar que os parlamentares envolvidos pela infração podem ser penalizados com advertência ou até expulsão.

Conforme lembrou o Globo, trata-se de um contra-ataque do grupo bivarista após a apresentação de novas listas em favor da substituição do atual líder do PSL na Câmara. As articulações para depor Waldir da liderança foram na contramão do desejo de seus aliados, como o presidente do partido, Luciano Bivar, por exemplo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.