PSDB libera bancada para votar como quiser nas eleições do Senado

Declararam apoio a Rodrigo Pacheco senadores Izalci Lucas, Rodrigo Cunha, Plínio Valério e Roberto Rocha. Já Mara Gabrilli, José Serra e Tasso Jereissati optaram por Simone Tebet

Sem consenso nas eleições do Senado, o PSDB decidiu, nesta quarta-feira, 13, liberar a bancada, composta por sete parlamentares, para votar como quiser.

Declararam apoio a Rodrigo Pacheco os senadores Izalci Lucas, Rodrigo Cunha, Plínio Valério e Roberto Rocha. Já Mara Gabrilli, José Serra e Tasso Jereissati optaram por Simone Tebet.

“O PSDB resolveu liberar a bancada, em função das questões regionais e da insegurança dentro do próprio MDB”, afirmou Izalci Lucas, que exerce temporariamente a liderança tucana no Senado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.