PSDB inicia campanha eleitoral com críticas a Dilma Rousseff

Em Goiás, a diferença de Dilma Rousseff para Aécio Neves é de apenas 3,9%

montagem-dilma-aecio-eduardo-size-598

Dilma Rousseff, Aécio Neves e Eduardo Campos | Foto: Reprodução

Em São Paulo, neste domingo (6/7), o presidenciável tucano Aécio Neves iniciou sua campanha eleitoral. No ato que formalizou o ponta pé a disputa presidencial, o ex-governador de Minas Gerais comentou sobre a vantagem que a presidente Dilma Rousseff e candidata à reeleição tem no tempo de propaganda eleitoral no rádio e na televisão. “O que vai reverter nossa inferioridade temporal é o sentimento dos brasileiros, que estão cansados de tudo que esta aí”, disse.

Pesquisa divulgada pela imprensa local neste domingo mostrou a preferência do eleitorado goiano para a disputa presidencial. A petista Dilma Rousseff tem 29% das intenções de voto, e Aécio Neves vem atrás com 25,1%. Já o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, do PSB, tem 9% de prioridade.

Na primeira pesquisa realizada pelo Instituto Serpes em março, Dilma Rousseff liderava com 39%. No entanto, os dados divulgados neste domingo mostraram uma queda de mais de 16% da intenção de votos para a sua reeleição.

Na abertura da campanha o candidato do PSDB alfinetou o possível uso da Copa do Mundo no país para fins eleitoreiros. “Alguns acham que podem confundir Copa do Mundo com eleição. O brasileiro está suficientemente maduro e consciente para perceber que são coisas absolutamente diferentes”, bradou Aécio Neves, que acrescentou que o ato de “apropriação desses eventos para o campo político” é costumário.

O senador goiano Cyro Miranda (PSDB) disse ao Jornal Opção Online na última sexta-feira (4) que o possível segundo turno presidencial é reversível. “No segundo turno Aécio Neves vencerá de uma vez por todas esse partido que não está olhando para a população”. O senador acrescentou que o PT é um partido individualista, que não possui projetos para a população e que os que implantou têm teor eleitoreiro.

Uma pesquisa nacional divulgada pelo Instituto Datafolha na última quarta-feira (2/7) indicou que a presidente Dilma Rousseff tem 38% das intenções de voto, enquanto o senador Aécio Neves aparece com 20% e o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, com 9%.

Os partidos e as coligações tiveram até esse sábado (5) para solicitar ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de todo país os pedidos de registro das candidaturas. Assim, a partir deste domingo, os candidatos já puderam iniciar as campanhas políticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.