PSDB contrata empresa para testar novo app de voto em prévias

Faurgs, que havia desenvolvido o aplicativo, já teve contrato milionário com uma estatal do governo do Rio Grande do Sul

O PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) contratou uma empresa para fazer testes no novo sistema que deve substituir o aplicativo (App) usado no último domingo, 21, nas prévias eleitorais. A informação foi confirmada pelo presidente da Relata Soft, Leonardo Cunha, responsável pela nova ferramenta.

Segundo Cunha, se o novo sistema passar nos testes, as eleições poderão ter início já nesta quarta-feira, 24. “Há uma questão em aberto, que é a concordância das três candidaturas e a explicação para os filiados sobre como votar”, explicou. Ainda, segundo ele, caso o partido opte por manter o App da Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, a Relata Soft poderá acompanhar as eleições com algum outro papel, como auditores. O valor do novo contrato não foi informado.

A Faurgs, que havia desenvolvido o aplicativo que está no centro da discórdia das prévias presidenciais do PSDB, já teve um contrato milionário com uma estatal do governo do Rio Grande do Sul, ainda, na gestão de Eduardo Leite. A empresa teria recebido, entre outubro de 2020 e outubro 2021, quase R$ 6 milhões do Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul).

O contrato à época havia sido assinado pelo presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho Mendes, indicado ao cargo por Leite. Membros do partido disseram não descartar que tenha havido algum ataque hacker ao aplicativo.

Diante da matéria, a Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FAURGS) fez esclarecimentos sobre a falha no sistema. Em nota, informou que o contrato com a Banrisul foi firmado por meio de edital público em 2020, e que os serviços são prestados para a instituição financeira há mais de duas décadas.

Ainda, segundo a nota, a fundação lamentou que um problema técnico fosse usado para finalidades políticas. Além disso, destacou que desde que foi detectado a falha no sistema, a equipe da Faurgs tem trabalhado de forma ininterrupta na busca da melhor solução para todas as partes.

Banrisul

Assim como a Faurgs, o Banrisul se posicionou, e em nota informou que a Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs), com sede em Porto Alegre, é fornecedora do banco há mais de 20 anos, via processo licitatório, com serviço aferido por pelo menos cinco diferentes gestões da instituição. Ao longo desse período, a referida fundação forneceu serviços de arquitetura, programação de software de produtos e aplicativos, bem como desenvolvimento de novas tecnologias.

Segue nota na íntegra

“Nossas áreas técnicas atestam que os mesmos foram entregues com qualidade e segurança, ao lado dos demais fornecedores em TI contratados pelo banco ─ prova é a maturidade tecnológica do Banrisul reconhecida pelo mercado.

Como sociedade anônima de capital aberto, o banco tem uma gestão profissional e independente. O Banrisul segue inteiramente à disposição de seus clientes e acionistas para quaisquer esclarecimentos, com total transparência e profissionalismo.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.