Pros nega intervenção na direção do partido em Goiás

Em nota, o presidente nacional da sigla aponta que os ajustes feitos nos órgãos de direção do partido, se deram em razão da ida de Rodrigo Melo para o Republicanos

Em nota enviada ao Jornal Opção, o presidente nacional do Pros, Eurípedes Gomes de Macedo Junior, nega que promoveu intervenção na direção do partido em Goiás. Em sua manifestação, o líder partidário aponta também que não houve retirada, seja do Rodrigo Melo, seja do Reginaldo Melo, do sigla.

A manifestação ainda aponta que Rodrigo Melo, “por mais de seis anos, foi filiado ao PROS, tendo ocupado cargos de direção tanto em âmbito municipal, quanto estadual e nacional. Os ajustes feitos nos órgãos de direção do partido, se deram em razão de sua ida para o Republicanos, que foi discutida francamente, sem traumas, e de comum acordo entre todos os envolvidos.”

Leia a nota na íntegra

Eurípedes Gomes de Macedo Júnior, Presidente da Comissão Provisória Estadual de Goiás e do Diretório Nacional do PROS, bem como Rodrigo
Silveira Melo e Reginaldo Ferreira Melo, vêm a público, em resposta à matéria intitulada de “Crise Traumática – Eurípedes Jr. intervém e retira Rodrigo Melo e Reginaldo Melo do PROS”, publicada no dia 26.03.2021, esclarecer o que se segue. Não houve intervenção em Goiás, tampouco a retirada, seja do Rodrigo Melo, seja do Reginaldo Melo.

Rodrigo Melo, por mais de seis anos, foi filiado ao PROS, tendo ocupado
cargos de direção tanto em âmbito municipal, quanto estadual e nacional.
Os ajustes feitos nos órgãos de direção do partido, se deram em razão
de sua ida para o Republicanos, que foi discutida francamente, sem traumas, e de comum acordo entre todos os envolvidos.

Embora o vínculo partidário entre Rodrigo Melo e o PROS tenha se
encerrado, permanece a amizade e o sentido de gratidão mútua.
Rodrigo Melo e Reginaldo Melo destacam, inclusive, sua gratidão por
todas as oportunidades oferecidas pelo PROS, até aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.