Proprietária de fazenda na região Cavalcante é multada por desmatamento

Local passou por derrubada de 530 hectares de vegetação nativa do Cerrado

Ação da Dema na Fazenda Alagoas na região de Cavalcante (Foto: PC/ Divulgação)

A proprietária da Fazenda Alagoas, no município de Cavalcante, foi autuada em R$ 300 mil e responderá por crime ambiental. No local, houve desmatamento de 530 hectares de vegetação nativa do Cerrado.

O desmatamento, com uso de tratores correntões, ocorreu em terras quilombolas, território kalunga, em propriedades privadas pendentes de desapropriação pelo governo federal. A região é riquíssima em biodiversidade, berçário das águas do Rio do Prata, abrigo e refúgio da fauna local.

A equipe de policiais civis da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) acompanha, desde a última quarta-feira, 3, fiscalização da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) na região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.