Proposta prevê intérprete de Libras em bancos e shoppings do Estado

Aprovação desse projeto é o reconhecimento da cidadania e dos direitos fundamentais para o convívio de forma igualitária na sociedade”, diz Rafael Gouveia, o propositor

Rafael Gouveia | Foto: Divulgação

Projeto apresentado na Assembleia Legislativa prevê que agências bancárias e shoppings do Estado forneçam atendimento, por meio de intérpretes, para pessoas surdas, surdo-cegas e com deficiência auditiva. O propositor, deputado Rafael Gouveia (DC), classificou o projeto como passo importante para inclusão social.

“A aprovação desse projeto é o reconhecimento da cidadania e dos direitos fundamentais para o convívio de forma igualitária na sociedade”, disse. Ainda conforme o texto, bancos e shoppings poderão capacitar seus funcionários para que este prestem os atendimentos aos beneficiados pela lei.

Caberá, ainda, as instituições citadas, destacar em local de fácil visualização a informação de que possuem um profissional capacitado para atendimento em Libras. Vale destacar que Língua Brasileira de Sinais é reconhecida como a Língua Oficial das pessoas com alguma deficiência auditiva.

Informações complementares

Segundo o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010 existem 293.364 pessoas com deficiência auditiva em Goiás. Gouveia aponta que “a viabilização desse projeto ajudará a minimizar os problemas que tanto afetam o cotidiano dessas pessoas”.

O parlamentar aponta em seu texto que, se aprovado, haverá penalidades ao infrator, em consonância com o Código de Defesa do Consumidor. Ainda conforme a proposta, as instituições privadas terão 12 meses para se adequarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.