Projeto reajusta data base de servidores da Câmara em 8,17%

Impacto gerado nos cofres públicos do Poder Legislativo do município foi de R$ 74 milhões com folha de pagamento no último quadrimestre de 2014 

O presidência da Câmara de Vereadores de Goiânia apresentou projeto de lei de número 174 que pede o reajuste de 8,17% da data base de todos os servidores da Casa, com base no índice inflacionário do governo federal. O pagamento será retroativo ao dia 1º de maio deste ano.

“Aqui se cumpre [o aumento] e não se discute. Será pago em parcela única”, disse o presidente Anselmo Pereira (PSDB), durante sessão plenária desta quinta-feira (14/5).

Conforme a prestação de contas relativas ao último quadrimestre de 2014 da Prefeitura de Goiânia, a Câmara gastou R$ 74 milhões com despesa bruta com o pagamento de servidores ativos, inativos e pensionistas.

O valor aumenta em 2,04% os gastos do Poder Executivo — que são de 50,22%.

Tramitação

A matéria será encaminhada à Diretoria Legislativa pela Mesa Diretora da Casa, que recebe e direciona para a procuradoria (que analisa) e devolve para a Diretoria.

Depois, o texto vai para a Comissão de Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e segue para a primeira votação. Se aprovado, vai para a análise da Comissão do Trabalho e segue para segunda e última votação

Deixe um comentário