Projeto quer autorizar transporte escolar a atuar como transporte alternativo durante pandemia

Cabo Senna inclui dispositivo em lei para autorizar prestação do serviço durante períodos de suspensão das aulas presenciais

Foto: Fernando Leite | Jornal Opção

O vereador Cabo Senna (Patriota) pretende apresentar, na próxima sessão ordinária, projeto que inclui dispositivo à Lei nº 8.243, de 07 de janeiro de 2004 para autorizar os permissionários do serviço de transporte escolar de Goiânia a atuarem, provisoriamente, no transporte coletivo urbano.

Segundo a proposta do parlamentar, o serviço seria prestado durante períodos de suspensão das aulas presenciais.

“Esta é uma maneira de atender as pessoas que estão trabalhando e que ainda não podem usar o transporte, assim como os demais cidadãos que precisam se deslocar para outras atividades, como comércio, supermercado ou até mesmo uma consulta médica”, defende Senna, ao citar a situação enfrentada durante a pandemia do novo coronavírus.

O vereador frisa que o projeto é de caráter excepcional e provisório, neste momento de pandemia. “Pensamos em uma forma de ajudar esses trabalhadores a ganhar seu sustento. E, ao mesmo tempo, colaborando para evitar aglomerações nos terminais para aqueles que precisam trabalhar”, esclarece Senna.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.