Projeto que protege animais silvestres em rodovias é aprovado em definitivo na Alego

Programa pode se tornar política pública de Estado

Foto: Reprodução

O projeto que torna o Programa Rodobicho em política pública de Estado foi aprovado em segunda e definitiva fase de votação na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), nesta terça-feira (23/10), e segue para sanção do governador. O programa tem o objetivo de preservar a vida dos animais silvestres que fazem a travessia de rodovias goianas.

O Projeto de Lei é de autoria do deputado Simeyzon Silveira (PSD) e a iniciativa é do engenheiro Victor Emmanuel dos Reis, que coordena o Programa Rodobicho na Agência Goiana de Transporte e Obras (Agetop).

O programa foi criado a partir da percepção de que nos projetos rodoviários do País não havia estudos necessários sobre a mobilidade dos animais silvestres nas estradas e nem dados sobre atropelamentos e mortalidade desses bichos.

“O Rodobicho é uma iniciativa estruturante para o Estado de Goiás, para a nossa fauna silvestre e para os condutores que transitam nas nossas rodovias”, afirmou o deputado Simeyzon na primeira fase da votação. Além de política pública, se sancionado, o programa deve receber poio do Estado para sua efetivação e aplicação.

Por meio do programa é possível monitorar e alertar os motoristas para os principais trechos onde são encontrados animais silvestres. É comum que antas, veados, tamanduás, quatis e tatus façam essas travessias nas rodovias e se tornem alvos de atropelamentos.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.