Projeto que institui Crédito Social deve retomar a votação na Comissão Mista sem inclusão de emendas

O objetivo do programa é gerar oportunidades e reduzir desigualdades sociais e econômicas, com ações de inclusão social das famílias, por meio de mecanismos de suporte financeiro, profissionalizante e empreendedorismo

Em tramitação na Assembleia Legislativa de Goiás o projeto de lei enviado pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) que cria o Programa Crédito Social. O objetivo é gerar oportunidades e reduzir desigualdades sociais e econômicas, com ações de inclusão social das famílias, por meio de mecanismos de suporte financeiro, profissionalizante e empreendedorismo.

Após pedido de vistas dos deputados Humberto Teófilo (PSL), Major Araújo (PSL), Antônio Gomide (PT), Hélio de Sousa (PSDB), Adriana Accorsi (PT) e Eduardo Prado (PV), a matéria deve voltar a ser discutida na Comissão Mista nesta terça-feira, 27.

A deputada Adriana Accorsi diz que tem por hábito pedir vistas da maioria dos projetos em tramitação, sobretudo de autoria do governo, para analisar e fiscalizar. Mas neste caso, do programa Crédito Social, não deverá apresentar emendas e se posiciona favorável a proposta. Já Hélio de Sousa também deve devolver o projeto sem inclusão de emendas e deve aguardar a posição do partido, o PSDB, para definir a voto.

Os deputados Humberto Teófilo e Major Araújo afirmam que ainda não definiram se deverão apresentar emendas. “Estou aguardando o estudo da assessoria jurídica do meu gabinete. Mas não sou hipócrita, emenda nossa é prontamente rejeitada pelo líder do governo. Eu peço vistas para discutir, o que é mais fundamental do que a própria modificação”, pontuou Major Araújo.

O programa será desenvolvido pelo Gabinete de Políticas Sociais, ao lado de diversas pastas do estado, para implementar diretrizes para execução de política social, buscando concretizar o atendimento das necessidades básicas da população mais vulnerável. Serão empregados para a execução do programa, neste ano, R$ 20 milhões. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.