De autoria do senador Luiz do Carmo (sem partido) o texto está parado na Comissão de Viação e Transporte junto com outros 35 projetos aguardando relatoria

O projeto de lei que propõe a alteração do nome do Aeroporto Internacional de Goiânia Santa Genoveva para Iris Rezende Machado, está parado na Comissão de Viação e Transporte da Câmara dos Deputados desde 14 de dezembro de 2021 aguardando a designação de relatoria para poder ser encaminhado ao plenário. A proposta é do senador goiano Luiz do Carmo (sem partido).

Junto com a matéria, existem outros 35 projetos no mesmo status. Ainda no início de dezembro do ano passado, o deputado Adriano do Baldy (PP-GO) apresentou um requerimento para que a proposta pudesse ser apreciada com caráter de urgência. Quando apresentado o pedido para celeridade do projeto, os deputados goianos Lucas Vergílio (Solidariedade), Flávia Morais (PDT), Rubens Otoni (PT), Dr. Zacharias Calil (DEM) e Vítor Hugo (sem partido), assinaram o documento ratificando a solicitação de Baldy.

De acordo com informações da Casa, ainda não foram realizadas votações na Comissão neste ano. A última reunião aconteceu em 15 de dezembro de 2021. Vale lembrar que o ex-arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, chegou a ligar para todos os deputados federais pedindo ajuda para que não houvesse a alteração do nome do aeroporto. A tendência é de que os deputados votem contra a medida.

Para o deputado Francisco Jr (PSD), presidente da Frente Parlamentar Católica no Congresso Nacional, o posicionamento permanece pela não aprovação do projeto. O goiano não desmerece a homenagem a Iris Rezende, mas acredita que o melhor caminho não seja o de “desomenagear” quem em outro momento foi lembrado, como o doador do terreno, Altamiro de Moura Pacheco, em que foi construído o aeroporto. “Existe uma memória, um contexto de época que precisa ser respeitado, um pedaço importante da história de Goiânia que não pode ser apagado assim. A denominação do Aeroporto Santa Genoveva permaneça inalterada, manter a homenagem anterior é uma forma de preservar nossa história e nossa cultura, que possui traços marcantes na religiosidade do nosso povo. Nós goianos somos sempre lembrados pela nossa fé, pelas tradições e há vários grandes exemplos disso”. Para Francisco, a proposta alternativa é de nomear o novo Anel Viário de Goiânia como Iris Rezende, para tanto, seu voto será contrário à matéria.