Projeto de reforma administrativa na Prefeitura de Goiânia pode ser aprovado ainda nessa legislatura, segundo Daniel Vilela

Coordenador da equipe de transição afirmou que vai conversar com vereadores para agilizar processo

Ocorreu nesta segunda-feira, 14, no Paço Municipal, a segunda reunião das equipes de transição do prefeito Iris Rezende e do prefeito eleito, Maguito Vilela. O objetivo foi aprofundar em dados sobre a situação financeira da Prefeitura de Goiânia e nas medidas para dar continuidade aos trabalhos.

Na ocasião, foi pautada uma minirreforma administrativa, em que está prevista a criação de ao menos três secretarias, das quais duas foram promessa de campanha do prefeito eleito Maguito Vilela (MDB): de Elaboração de Projetos e Captação de Recursos, e de Esportes. Atualmente, Goiânia tem 14 secretarias e outras 10 órgãos com titulares considerados de primeiro escalão.

“É uma discussão que já está acontecendo, e o nosso interesse e a concordância do prefeito Iris para encaminhar uma possível alteração dentro do organograma da prefeitura o mais breve possível para que a Câmara possa aprovar e inicie em janeiro já com essa nova estrutura”, afirmou Daniel Vilela, que é presidente estadual do MDB, filho de Maguito Vilela e coordenador da equipe de transição.

O coordenador da equipe de transição disse ainda que a equipe vai procurar conversar com os vereadores para que o projeto seja aprovado ainda na atual legislatura. O intuito a partir de agora, conforma Daniel Vilela, é analisar com mais detalhes as situações de cada uma das secretarias da Prefeitura de Goiânia.

“Agora são os números, vamos detalhar por secretarias, projetos que merecem atenção de curto prazo, para que não sofram uma descontinuidade na Saúde, na Educação, temas que são emergenciais”, reforçou.

No encontro da semana passada foi acordada a prorrogação do estado de calamidade em saúde pública, devido à pandemia do novo coronavírus por um período de mais 180 dias.

Encaminhamentos

Daniel Vilela exteriorizou a preocupação quanto a uma paralisação dos serviços de transporte por parte das empresas de ônibus em Goiânia. De acordo com ele, esse é um assunto que precisa ser aprofundado nas próximas reuniões.

Sobre secretariado ainda não há nomes para a futura equipe da administração municipal. O anúncio pode ser feito até 31 de dezembro.

Já a respeito da eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Goiânia, Daniel Vilela ressaltou a importância do construir uma base sólida.

(Com informações da Sagres Online)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.