Projeto de Lei propõe investimento em saúde para combate ao coronavírus

Investimento na área da saúde é considerado de maior relevância que aqueles destinados no momento da autorização do empréstimo

Sede da Caixa Econômica Federal | Foto: Reprodução

Projeto de Lei que propõe alteração na lei 10.360/2019, que autoriza a Prefeitura de Goiânia a contratar operação de crédito com a Caixa Econômica, para autorizar a destinação de até 50% para investimentos no combate ao coronavírus, tem previsão a ser votado na quarta-feira, 29.

De autoria da vereadora Sabrina Garcez (PSD), e com  assinaturas de apoio das vereadores Priscilla Tejota (PSD), Tatiana Lemos (PCdoB) e o vereador Lucas Kitão (PSL), o argumento é que o investimento na área da saúde é considerado de maior relevância. Fazendo com que Goiânia se torne referência nacional no combate ao vírus diante da quantidade de recursos empregados em equipamentos médicos e instalações.

O recursos seriam do empréstimo de R$ 780 milhões que a Câmara Municipal autorizou a prefeitura a realizar, no final do ano passado, destinado a custear projetos relacionados à melhoria dos sistemas de mobilidade urbana do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (FINISA), com o objetivo de facilitar e ampliar a concessão de crédito para obras de saneamento ambiental, infraestrutura, transporte e logística e energia.

“O projeto visa modificar a aplicação de quase 345 milhões do empréstimo autorizado pela Câmara para investimento na área de saúde e nas áreas necessárias para combater o Covid-19. É o momento de privilegiar a vida”, afirma Sabrina Garcez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.