Projeto de Cairo Salim propõe desobrigar o uso das máscaras em espaços públicos

“A sociedade não aguenta mais. Precisamos libertar as pessoas das máscaras. Se quiser utilizar, utilize, mas não obrigar”, disse o deputado

Cairo Salim: sugere final do uso de máscaras em locais públicos | Foto: Divulgação

Mesmo com o terceiro caso confirmado de contaminação da variante Ômicron no Brasil, o deputado Cairo Salim (Pros), apresentou um projeto nesta terça-feira, 30, na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), que propõe a desobrigação do uso de máscaras em espaços públicos em todo o estado de Goiás.

De acordo com o deputado, a máscara – dispositivo recomendado por autoridades de saúde como um dos recursos para evitar o espalhamento do novo coronavírus -, não é mais necessário em locais abertos. “A sociedade não aguenta mais. Precisamos libertar as pessoas das máscaras. Se quiser utilizar, utilize, mas não obrigar”, disse o deputado.

O parlamentar reiterou, em seu pronunciamento, no entanto, que as máscaras são importantes. Porém, afirmou acreditar que o avanço da vacinação contra a covid-19 já tenha criado condições sanitárias para a desobrigação do uso de máscaras em ambientes abertos. “O povo já não está aguentando isso aqui mais”, concluiu Cairo Salim, apontando para a máscara que utilizava.

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), do total da população vacinável, 74% recebeu a 1ª dose e 57% completou a imunização com a 2ª dose ou dose única. Médicos infectologistas sugerem que a flexibilização de medidas sanitárias, como o uso de máscaras, deva ocorrer quando houver índice de imunização acima de 80% da população.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.