Projeto de abuso de autoridade deve ser votado no plenário do Senado nesta quarta

Matéria ganhou força depois da divulgação de conversas entre o ex-juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol

Foto: Divulgação

Após aprovação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, o projeto de Lei que criminaliza o abuso de autoridade praticado por juízes e procuradores deve ser votado no plenário da Casa ainda na tarde desta quarta-feira, 26.

Após isso, o texto segue para a Câmara dos Deputados, que o reavaliará. A matéria ganhou força depois da divulgação de conversas entre o ex-juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, e o chefe da força-tarefa da operação no Ministério Público Federal, o procurador Deltan Dallagnol.

Foi solicitado pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), que a presidente da CCJ, Simone Tebet (MDB), pautasse o texto. Ele também proferiu críticas ao envolvimento dos juristas durante as investigação que levaram à prisão de políticos, como do ex-presidente Lula. 

O projeto também tem sido alvo de críticas pelos defensores da Lava Jato. Há quem diga que se trata de uma tentativa de enfraquecer a operação. Deltan Dallagnol, inclusive, é um dos que tem defendido, em suas redes sociais, a derrubada do texto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.