Projeto da base aliada de Marconi não se esgotou e é o melhor para Goiás, diz Vitti

Vitti disse que atuará na parte da articulação política na candidatura de Zé Eliton, mas não vai assumir uma coordenação

Estrela em ascensão do PSDB em Goiás e cotado para disputar a prefeitura de Goiânia em 2020, o presidente da Assembleia Legislativa, José Vitti garante que não tem arestas com o vice-governador José Eliton e está firme na base aliada sob a liderança do governador Marconi Perillo.

Vitti disse que o projeto do Tempo Novo está longe de ser esgotado e o melhor para Goiás. De acordo com ele, ao assumir o comando do governo estadual no início abril, Eliton terá a oportunidade de mostrar para a população goiana o seu jeito de administrar e suas qualidades como gestor público.

“Ele terá todas as condições necessárias para demonstrar que é capaz de disputar mandato de governador e acabar, de fato, com qualquer desconfiança acerca da sua candidatura. Será o momento dele e eu acredito que se sairá muito bem, pois tem todas a credenciais para isso”, disse.

Sobre a sua participação na pré-campanha de Eliton, Vitti disse que atuará na parte da articulação política, mas não vai assumir uma coordenação. “Seria absolutamente inviável presidir a Assembleia, ser candidato a algum cargo e ainda coordenar uma campanha eleitoral”, observou.

Vitti salientou que apenas foi convidado para fazer parte das conversas políticas da pré-campanha, fazendo uma interlocução com os deputados, um trabalho que ele já faz com os parlamentares da base aliada.

“Essa interlocução vai ser bacana para os assuntos que tangem ao governo e também é uma forma de valorizar mais a todos nós, deputados. Tenho certeza que daqui para frente nossa relação vai ser mais próxima e profícua.”

Sobre seu futuro político. Vitti afirmou que tem atividades empresariais e a vida resolvida na iniciativa privada. “Faço política por ideologia e não por profissão. porque gosto e acredito que estou fazendo algo de bom pela população goiana. Espero poder continuar contribuindo para o desenvolvimento do estado e para o bem-estar do povo goiano, seja na política ou não.”

Questionado sobre quórum para as votações no plenário e nas comissões, Vitti revelou que vai se reunir com os demais deputados para definir um cronograma de funcionamento da Casa em ano eleitoral. Ele defendeu que haja um compromisso de todos os parlamentares em assegurar o quórum nas votações, especialmente nas votações de projetos de grande interesse da sociedade.

Neste sentido, a proposta de Vitti é de que as sessões plenárias, especialmente do segundo semestre, aconteçam às segundas, terças e quartas-feiras ou às terças, quartas e quintas–feiras, pela manhã. “Eu acho que uma boa conversa e um bom entendimento fará com que a gente tenha as sessões e que os parlamentares também possam estar trabalhando nas suas bases e em suas pré-campanhas”, ponderou.

Deixe um comentário