Projeto busca doadores de computadores para estudantes carentes

Escritório de Advocacia em Goiânia reúne doações e realiza triagem para disponibilizar equipamento e internet a estudantes afetados pela suspensão do ensino presencial

Foto: Reprodução

A falta de computadores e de internet tem sido uma barreira para muitos estudantes prosseguirem suas atividades durante a pandemia. Pensando nisso, um escritório de advocacia em Goiânia (GO), iniciou o projeto “Conexão Agora”, que busca parceiros que desejam doar equipamentos novos ou usados, além de acesso à internet, para pessoas carentes.

“No escritório, tínhamos alguns computadores parados e resolvemos consertá-los para repassá-los a quem não tem condições de comprar. Já temos alguns equipamentos prontos para serem entregues. Agora, vamos selecionar pessoas que realmente precisam destes equipamentos para continuar seus estudos”, explica o advogado Rafael Maciel, do escritório Rafael Maciel Sociedade de Advogados.

A intenção, segundo ele, é ampliar ainda mais o número de doações. Por meio do site conexaoagora.digital, os parceiros podem fazer as doações e as pessoas que precisam da ajuda podem se cadastrar. O cadastro também pode ser feito por WhatsApp, pelo número 62 98469-6601. Dúvidas relacionadas ao projeto podem ser direcionadas para o mesmo número.

Caso não tenham computador ou acesso à internet, ainda há a opção por carta, a ser enviada para o endereço Av. Olinda com Avenida PL-3, n° 960, Trade Tower Lozandes, Tower II, Salas 2001/2002 – Parque Lozandes. Goiânia-GO. CEP: 74.884-120.

Maciel reforça que, entre os critérios de seleção e manutenção no projeto, estão: boas notas, participação nas aulas e a necessidade comprovada do equipamento para os estudos. Para ele, o apoio de parceiros é fundamental para que consiga atingir o maior número de pessoas possível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.