Medida cria APL da Moda e contempla pólos comerciais de Goiânia

Vereador Wellington Peixoto (MDB) | Foto: Fernando Leite

A Câmara Municipal de Goiânia aprovou, na quinta-feira, 20, o projeto que cria o Arranjo Produtivo Local da Moda. Tema de decreto do ex-prefeito Paulo Garcia (PT), que teve efeitos sustados, a decisão permite, entre outras coisas, construção de estacionamentos verticais na região da Rua 44.

Os vereadores haviam cancelado o decreto, porque consideraram que o assunto deveria ter sido apreciado pelo Legislativo Municipal. O vereador Wellington Peixoto (MDB), então, propôs a matéria com texto semelhante ao expedido pelo então prefeito da Capital.

“A APL da Moda vai permitir a legalização das galerias comerciais e mudanças nas ruas para facilitar a mobilidade do consumidor”, explica Wellington. Segundo ele, a intenção é regularizar o que já existe em Goiânia e tornar as compras mais tranquilas para quem transita em regiões de pico comercial.

O texto de Paulo Garcia contemplava apenas a região da Rua 44, Avenida Contorno, Independência e Rodoviária de Goiânia. O vereador acrescentou a Avenida 24 de outubro, Bernardo Sayão, Goiás Norte, 136 e 85, que considerou pólos comerciais.

Um dos principais pontos colocados por Wellington é a regularização de estacionamentos verticais, cuja construção não era permitida pelo Plano Diretor nessas regiões. “Com a aprovação da APL isso fica facilitado”, destacou.

Além disso, a medida possibilita alterações no trânsito e permite a legalização de prédios já existentes e construção de novos. O vereador pontua, no entanto, que as edificações devem obedecer às regras das secretarias municipais de Planejamento e de Trânsito.